subcomitê

Jacarepaguá

Subcomitê Jacarepaguá

A Baixada de Jacarepaguá é um ambiente costeiro formada por uma planície litorânea situada na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro. A Sub-região hidrográfica é limitada pelas encostas atlânticas do Maciço da Pedra Branca, a oeste, pelo Maciço da Tijuca, a leste, pelas Lagoas de Marapendi, Lagoinhas (ou Taxas), Jacarepaguá, Camorim e Tijuca, ao sul, e pela Serra do Valqueire, ao norte. A linha limite ao sul é a linha costeira que segue do Canal da Visconde de Albuquerque até a Ponta de Grumari. Estas lagoas formaram-se após um processo de assoreamento marítimo que resultou na restinga onde se situa a Região da Barra da Tijuca.

O conjunto lagunar de Jacarepaguá possui uma área de, aproximadamente, 13,24 km². A lagoa de Jacarepaguá é a mais interiorizada do conjunto e possui área de 4,07 km². Camorim comporta-se como um canal de ligação entre as lagoas da Tijuca, a leste, e de Jacarepaguá, a oeste, com área de lagoa de 0,80 km². A lagoa da Tijuca é a maior deste conjunto, com 4,34 km², e a menor é a Lagoinha (ou Taxas), com 0,70 km². A Região Lagunar de Jacarepaguá é formada pelos rios Guerenguê e Passarinhos, provenientes do Maciço da Pedra Branca, pelo Rio Grande (Maciços da Tijuca e Pedra Branca) e pelos rios Pedras e Anil (Maciço da Tijuca).

Toda a área desta sub-região hidrográfica está inserida nos bairros de Jacarepaguá, Barra da Tijuca e Grumari, na cidade do Rio de Janeiro.

Vista aérea de Jacarepaguá/Divulgação

O Subcomitê do Sistema Lagunar de Jacarepaguá foi criado em outubro de 2011 e conta com a participação do Poder Público, dos Usuários da Água e da Sociedade Civil Organizada, visando ao uso sustentável dos recursos hídricos, quanto aos aspectos de quantidade e qualidade das águas das lagoas da Barra e Jacarepaguá e dos seus cursos hídricos.

A região hidrográfica da Baixada de Jacarepaguá, que está limitada pelos maciços da Pedra Branca e da Tijuca, integra o Subcomitê do Sistema Lagunar de Jacarepaguá.

São objetivos do Subcomitê do Sistema Lagunar de Jacarepaguá:

  • Promover o debate das questões relacionadas aos recursos hídricos, incluindo-se as Unidades de Conservação da Natureza;
  • Encaminhar ao CBH da Baia de Guanabara propostas que incluam ações de mobilização e educação ambiental, de saneamento e implantação dos usos múltiplos no Sistema Lagunar de Jacarepaguá, destacando-se o transporte hidroviário público, a pesca, o lazer e a consequente melhoria da qualidade ambiental e de vida da população;
  • Acompanhar junto ao Poder Público as obras de potencial impacto ambiental a serem realizadas nas lagoas e no seu entorno;
  • Cobrar o devido acompanhamento e fiscalização por parte dos órgãos responsáveis, visando à proteção do espelho d’água do Sistema Lagunar e cursos hídricos e áreas de preservação permanente.

Dados

Área: 30.450,13 hectares (6,33% da área total do CBH Baía de Guanabara)

População: 848.004 habitantes (8,3% da população total)

(Fonte: IBGE, Censo 2010)

Coordenação Colegiada – Mandato 2022/2024

Verônica Beck – Associação de Moradores e Amigos da Freguesia – AMAF (Sociedade Civil)

Michel Costa Dantas – Associação de Pescadores da Barra da Tijuca e Jacarepaguá, Lagos e Rios Adjacentes – Apesbagua (Usuários)

Tamara Grisolia Fernandes – Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade – SEAS

Diretoria – Mandato 2022/2024

Eduardo Frederico Cabral de Oliveira – Parque Nacional da Tijuca (Poder Público)

Integrantes

Poder Público

Gláucia Freitas Sampaio – Conselho Regional de Biologia – CRBio

Daniel Moraleida – Fundação Instituto das Águas do Município do Rio de Janeiro – Rio Águas

Eduardo Frederico Cabral de Oliveira – Parque Nacional da Tijuca

Tamara Grisolia Fernandes / Pedro Cabral Santos – Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade – SEAS

Vladimir da Franca Fernandes – Secretaria Municipal de Meio Ambiente da Cidade do Rio de Janeiro – SMAC

Usuários

José Carlos Sampaio Júnior / Ezequiel das Chagas – Associação Comercial e Industrial do Recreio e Vargens – ACIR

Nilson Pereira Dantas Filho – Associação de Pescadores da Barra da Tijuca e Jacarepaguá, Lagos e Rios Adjacentes – Apesbagua

Kelly A. Banholi – Clube Remo Rio de Janeiro – CRRJ

Cristiana Queiroga / Liliane Lusten Prohmann – Marina Barra Clube

Sociedade Civil

Verônica Beck / Mariela Ferreira Melo – Associação de Moradores e Amigos da Freguesia – AMAF

Vera Chevalier – Associação Projeto Lagoa de Marapendi – Ecomarapendi

Silvana Di Iulio Moreira / Christianne Bernardo da Silva – Instituto de Estudos dos Direitos Humanos e do Meio Ambiente – IEDHMA